ATRATIVOS TURÍSTICOS


TORRINHA, UMA CIDADE ENCANTADORA POR NATUREZA

 Cachoeiras belíssimas, paredões de até 100 metros de altura, algumas cavernas de arenito e até mesmo vales poucos explorados figuram entre as principais atrações do município de Torrinha. Distante 260 quilômetros da capital, a cidade é uma boa opção para quem busca aventura e contato com a natureza.

Para começar o passeio, é interessante saber a origem do nome do município. Torrinha tem essa denominação devido a uma pedra de arenito de formação geológica única, de 50 metros de altura, cujo formato lembra uma torre ou um farol gigante. Próximo ao local, na Fazenda da Ponta, foi construído um mirante onde os turistas podem observar a paisagem, fotografar e até mesmo praticar o salto de parapente.

Além de possuir forte apelo junto aos aventureiros, a cidade também é ótima para quem busca descanso. Com várias trilhas, uma opção é fazer trekking ou mesmo praticar canyoning pelo córrego São José. Já na Pedra do Triunfo, os corajosos podem fazer um rapel de 8 metros.

Na cachoeira do Bissoli, há uma queda de 76 metros, localizada no Encontro das Águas – uma área da Mata Atlântica totalmente preservada, com árvores centenárias ao longo de toda a trilha.

Outra queda d´água que atrai os olhares é a cachoeira do Paraíso, com 85 metros. Se a intenção é relaxar, a piscina natural existente em volta da cachoeira do Mosteiro é o local ideal.

Já na antiga Estação Ferroviária, os turistas encontram o espaço dedicado a arte e a cultura. O prédio é patrimônio histórico e atualmente abriga uma luthieria especializada na construção e reparo de violas.



 Geografia

Grandes extensões do perímetro de Torrinha são compostas por cuestas basálticas e areníticas, num total aproximado de 80 km, contendo em torno de 34 cânions. O potencial em atrativos turísticos associados à essa feição geológica é indiscutível e podem-se encontrar desde paredões de até 100 metros de altura, cachoeiras belíssimas, algumas cavernas de arenito e basalto e até matas de galeria e de encostas ainda primárias bem preservadas em vales estreitos ainda pouco explorados.

Torrinha está inserida no compartimento do Planalto Ocidental Paulista (Planaltos e Chapadas da Bacia do Paraná). A área integra a unidade geotectônica denominada Bacia Sedimentar do Paraná, onde houve acúmulo de espesso pacote sedimentar e intrusões vulcânicas basálticas ocorridas no Terciário (Era Cenozóica - entre 70 e 12 milhões de anos) que passaram por processos tectônicos e desgaste erosivo, surgindo daí o relevo cuestiforme (cuestas) de escarpas festonadas, dispostas em arcos voltados para o velho escudo-o Planalto Atlântico-, contando com a presença de um morro testemunho onde está localizada a Pedra de Torrinha.

O município de possui ainda aproximadamente 5% de sua vegetação nativa original. Desse total, quase 100% é composto por vegetação de encosta, graças à presença das cuestas do município. Espécies do cerrado e da Floresta Latifoliada Tropical ainda existem em pequenas manchas isoladas, sendo quase totalmente dizimadas por ocuparem originalmente áreas ideais para a agricultura e a pecuária. Felizmente a presença dos inúmeros paredões e terras de encosta que brotam das cuestas, estorvo aos colonizadores do início do século, preservou um tesouro natural e importante santuário para a biodiversidade no Estado de São Paulo.

 

Religião

A religião também está muito presente em Torrinha. A Paróquia São José de Torrinha é um exemplo: construída por volta de 1870, em homenagem ao padroeiro da cidade, São José.

Já no mosteiro do Paraíso, um dos principais pontos turísticos, o visitante pode conhecer as delícias como o chocolate caseiro, trufa e pão de mel. O local conta com três capelas, a de São José do Paraíso, uma réplica da igreja matriz; a de Apresentação do Senhor e a da Figueira, onde anualmente é realizada a festa do Cio da Terra. O evento sempre acontece em novembro, ao final da colheita do café, um dos produtos típicos da região.

 

ATRATIVOS TURÍSTICOS 

 

Pedra de Torrinha, o nome do município deve-se a uma pedra em arenito de formação geológica única, com 50 metros de altura, a Pedra de Torrinha

 

Vista da Pedra

 

Igreja Matriz, Rua sete de abril, 578, Centro – Torrinha – São Paulo / Fone/fax: (14) 3656-1318
Pároco: Pe. Carlos Menezes Junior / Vigário Paroquial: Pe. Nilton Antonio Marques - Expediente da Secretaria Paroquial : De segunda a sábado das 8h às 12h e das 13:30 às 17h / Sábado: das 8h às 12h

Celebrações Eucarísticas : Segunda feira: Missa pelas Almas às 19:00h / Quarta feira:    Missa e Novena de N. Sra. do Perpétuo Socorro / Igreja Matriz às 19h.
Sábado:  Capela Sto. Antonio às 19h / Domingo: Igreja Matriz às 10h e às 19h.


CACHOEIRAS


Cachoeira do Cidão 

Uma das mais belas e frequentadas cachoeiras da região, a Cachoeira do Cidão é uma queda d'água pequena, com aproximadamente 6 metros, é uma das cachoeiras de acesso mais fácil e uma das mais seguras para banhos, pois forma uma grande piscina, sem grande profundidade e sem muita força de água na queda. Não possui muita infraestrutura, pois mantém a beleza natural. Apenas banheiros e pequena lanchonete com bebidas. Taxa de visitação R$ 10,00

Funcionamento: sábados, domingos e feriados das 9h ás 17h.
Agendamento: (14) 99758-9744 - falar com Cidão.


 

  

Cachoeira do Mira com oito metros de altura, tem acesso fácil, por estrada de terra, sem a caminhada. A queda de água forma uma piscina natural irresistível. O conjunto formado pela mata ao redor, plantas e a fazenda é uma dádiva aos olhos do homem urbano
                 

                                                      

Cachoeira dos Macacos, com 180 metros de altura, está localizada dentro do Hotel Fazenda Vale Verde (juntamente com outras cachoeiras como a da Gruta (135 m), a cachoeira das Capivaras (120 m), a cachoeira das Borboletas (75 m) e a cachoeira do Bambu (15 m). Veja mais neste site - www.hotelfazendaonline.com.br/hotel/sp/torrinha/vale_verde/aventura.php

 

Cachoeira do Paraíso

 

Cachoeira do Bissoli - Possui queda de 76 metros e fica localizada no Encontro das Águas, área da Mata Atlântica totalmente preservada - Na fazenda Bissoli estão algumas das mais imponentes quedas d'água da região, cachoeiras com altura de até 50 metros, ideais para a prática de esportes de aventura como o canionismo ou canyoning (rapel em cachoeira) ou trilhas em meio à natureza para contemplar as belezas do local ou tomar banho de cachoeira.

 

MOSTEIRO DO PARAÍSO

A partir de uma capela em homenagem a São José construída por volta de 1920, surge na região uma vila de colonos italianos. No final da década de 1980 os proprietários da fazenda São José do Paraíso, que abriga a sede e a capela, transferem os cuidados do local à Fraternidade da Apresentação do Senhor, um grupo de religiosos, padres e monges franciscanos, que passam a desenvolver no local os cuidados com a lavoura além da produção de artesanatos e alimentos.

O mosteiro é um ponto turístico onde os visitantes podem desfrutar de momentos de tranquilidade e meditação, contemplando os jardins, a natureza em volta do local, a arquitetura, o cotidiano e o trabalho dos padres e monges. Os visitantes podem também adquirir lembranças do mosteiro, objetos de artesanato ou chocolates produzidos no local.

Funcionamento: sábados, domingos e feriados das 9h âs 17h (missas com almoço aos domingos a cada 15 dias)
Agendamento: (14) 99869-0138 / 99897-6930 - falar com Padre Carlos.
Site: agromonges.com / Facebook : https://www.facebook.com/padreNilton/






Mosteiro do Paraíso (Agromonges) - www.agromonges.com  

 

Mosteiro do Paraíso (Agromonges) - www.agromonges.com 

 

Mosteiro do Paraíso (Agromonges) - cafeteria nova funciona aos sábados, domingos e feriados das 09 às 17h

 

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA

O município de Torrinha sempre teve sua economia baseada no café, motivo pelo qual foi construída em 1886 a ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE TORRINHA, nosso principal patrimônio histórico.

Inteiramente restaurada, a Estação Ferroviária encontra-se em local estratégico e central na cidade e desempenha importante papel no desenvolvimento dos setores criativos como local de incubação dos seguintes projetos:

Funcionamento: sábados, domingos e feriados das 9h às 17h.
Agendamento: (14) 98148-1008 / (14) 3656-3488- falar com Fernando.

Estação ferroviária